GIGANTES NO MUNDO

UMA FESTA QUE VIROU TRADIÇÃO

O Festival do Pequi em 2017 completará seus 17 anos de tradição e já nasceu como uma realização de grande porte, mas nunca parou de crescer.

Os três dias do Festival do Pequi reservará atrações como show, jogos, gincanas, concurso de roedor de pequi barraquinhas de comidas e bebidas típicas feitas a partir do pequi, além de palestras técnicas, como as que falará do potencial da fruta do pequizeiro, no Programa do Biodisel. Uma estrutura tecnológica ainda maior e uma divulgação jamais vista. Transmissão ao vivo pela Rádio Talismã FM 87,9, pelo nosso site oficial:  www.talisma-to.com.br e outros jornais e sites parceiros. Tudo isso pensando no conforto, na segurança do público.

O Município de Talismã, no Sul do Estado do Tocantins, está realizando o XVII Festival do Pequi, nos dias 20,21 e 22 de outubro, na Feira Coberta de Talismã. No local está reunindo diversos seguimentos da sociedade. O evento, em suas edições anteriores foram promovidas pelo Grupo Raiz da Terra, mas, a partir que foi reconhecido por Lei, conta com diversos parceiros.

A expectativa dos organizadores e que esta edição irá superar aos anos anteriores.

A principal meta foi conseguir agregar mais valor a produção do pequi (fruto do pequizeiro), e promover a educação ambiental na região, que é rica em árvores frutíferas típicas do Cerrado, como a cagaita, o murici, e o pequizeiro. Segundo o Presidente do Grupo Raiz da Terra – e Coordenador Municipal de Defesa Civil, João Carlos Lopes, o pequizeiro é uma árvore de grande importância na região, sendo sinônimo de futuro emprego e de renda para as comunidades rurais locais. "O pequi que será uma das maiores fonte de renda de pelo menos 200 famílias no período de safra do fruto, que vai de outubro a janeiro", informou.

Além disso, na localidade, onde está concentrado o maior número de pequizeiros, a ação predatória de pecuaristas e dos próprios moradores ameaça bastante os pequizeiros nativos. "Lá está sendo muito devastado pelos agropecuaristas e até pela utilização da árvore para fazer lenha e cerca pelos produtores. E este é um dos motivos que pelo qual criamos o Festival do Pequi e estaremos ensinando os agricultores a plantar o pequi", acrescenta a o Coordenador Municipal de Meio Ambiente João Carlos Lopes, o Principal idealizador do tradicional evento. Segundo os Organizadores, uma das medidas que ajuda a preservar o pequizeiro é a Lei Municipal que reconhece “18 de outubro como dia Municipal do Pequi”.

Mas, o Grupo Raiz da Terra e seus parceiros lançaram no dia 22 de outubro de 2010 o Projeto Guardiões, hoje Brigada Anjos da Selva, Mais bravos que o fogo tem como objetivo principal a educação ambiental, prevençãoa combate e monitoramento das queimada..

No Parque Ecológico serão plantadas centenas de mudas para que no futuro o festival não venha morrer por falta do fruto.

O Grupo Raiz da Terra e a Radio Talismã FM 87,9 estarão juntos na volta da Garota Flor do Pequi e outros projetos inovadores a serviço da comunidade.

O Grupo Raiz da Terra por meio da Brigada Anjos da Selva, no Festival de 2016, lancou o Hercules I, uma máquina de prevenção, combate a incêndio florestal e muitas outras atividades utilizadas pelo produtor rural e gestores públicos. A máquina surgiu diante das necessidades encontradas pela Brigada Anjos da Selva, no deslocamento das equipes, transporte de equipamentos, suprimentos e nos combates em áreas de difícil acesso. Nesta mesma data será oficializado o Esquadrão de Operações Especiais composto por cinco integrantes com treinamentos especiais e periodicamente. O Uniforme do Grupo é outra inovação surpresa!

"Miss Flor do Pequi"

A volta da Miss Flor do Pequi será outra atração, que vai movimentar a programação e vai acontecer na noite do dia 22, Antes do show da Banda oficial da noite que vai abalar a cidade. No evento continuará acontecendo a escolha do Melhor Prato Típico que passará por um grupo de jurados que degustará os sabores e elegerá o Prato e seu cozinheiro (a).

Clique aqui >>>>

Talismã tem grande parte do território no Cerrado. E o Festival do Pequi de Talismã continuará a promover a conscientização sobre a necessidade de preservar um ecossistema característico do país, além de incentivar as famílias rurais a preservarem suas tradições que são de significativa importância econômica e cultural para o Município.

Pequi
Caryocar brasiliense Cambess.

Outros nomes regionais e locais são piqui, piquiá-bravo, amêndoa-de-espinho, grão-de-cavalo, pequiá, pequiá-pedra, pequerim, suari e piquiá.

Clique aqui >>>>

FONTE:

Grupo Raiz da Terra
Telefone: (63) 3385-1246

 

TUDO SOBRE O PEQUI