CALENDÁRIO LEIS
 

BRIGADA MUNICIPAL DE PREVENÇÃO E COMBATE AOS INCÊNDIOS FLORESTAIS

Rua 03 Qd. 04 Lt. 10 - Centro - Talismã - TO.

CEP. 77483-000

Fone: (63) 3385 - 1120

(63) 8473 - 1148

E- mail:

gruporaizdaterra@hotmail.com

joaocarlos@talisma-to.com.br

Horário de Funcionamento:

24 horas

E Mail: obsis@unb.br

Fones: +55(61) 3349 - 4453 / +55(61) 3340 - 4055 / +55(61) 3307 - 2145

Defesa Civil realiza simulação de emergência em escola de Talismã

A Defesa Civil de Talismã realizou uma importante simulação de emergência na manhã e a noite desta sexta-feira (25/3) no Colégio Estadual de Talismã, no Bairro Central. Para 224 alunos (Ensino Médio). Os agentes trabalharam com os funcionários e estudantes da instituição de ensino para prepará-los a realizarem uma evacuação rápida das dependências da escola em situações extremas como um terremoto, incêndio ou vendaval.


O simulado foi realizado sem o conhecimento dos alunos e funcionários, para emprestar maior veracidade à atividade. O coordenador da Defesa Civil de Talismã, João Carlos Lopes, explicou que a ação serve para preparar a comunidade escolar a qualquer tipo de emergência. “Hoje simulamos terremoto, mas o treinamento serve para toda situação em que a comunidade escolar tenha de evacuar a escola.”

O simulado foi realizado sem o conhecimento dos alunos e funcionários, para emprestar maior veracidade à atividade. O coordenador da Defesa Civil de Talismã, João Carlos Lopes, explicou que a ação serve para preparar a comunidade escolar a qualquer tipo de emergência. “Hoje simulamos terremoto, mas o treinamento serve para toda situação em que a comunidade escolar tenha de evacuar a escola.”

Para que nosso público possa entender melhor explicaremos a marcação do tempo. Cronometramos o trajeto de cada cômodo (repartimentos) pasando pelas rotas de fuga determinadas até o ponto de encontro, utilizando passos largos, sendo que cada um possui um tempo mínimo, medio e máximo. para isto usaremos a sala 01que é a mais distante, minimo 30 segundos, médio 45 segundos, máximo 01:30 (um minuto e trinta segundos)

A ação da Defesa Civil começou com a caracterização da escola. Primeiro, foram escolhidos: um funcionário de cada departamento e um líder de cada sala, os quais foram levados para uma sala, onde foram orientados a liderarem   seus colegas e participaram de um simulando de evacuação e todos saíram muito bem. Funcionários e alunos tomaram conhecimento dos Órgãos envolvidos no trabalho, e são eles: Defesa Civil, Coordenadoria Municipal de Meio Ambiente, Policia Militar, Colégio Estadual de Talismã e a Defesa Civil Estadual, que por celular acompanhou o simulando. No pátio foram desenhados alvos nos muros, cada Alvo representa uma sala ou setor da escola, para simular uma situação de emergência adversa e em caso real será usado, conforme o treinamento. Um som da sirene da viatura policial, posicionada em local estratégico marcou o início do incidente e da posterior evacuação, que contou com o apoio dos lideres que foram treinados, incluindo os policiais posicionados no local – a intenção foi preparar os funcionários da própria escola para que orientem os alunos em caso de emergência.

“Nosso objetivo em uma situação de emergência é tirar todo mundo do local em segurança. Nós conseguimos isso hoje em 01;13 (um minuto e treze segundos), o que é uma boa marca, mas com mais treinamento podemos baixar este tempo para 45 segundos. Simulamos uma saída de cada porta de acesso, incluindo a dos banheiros, até o alvo de segurança e os mais distantes gastaram 45 segundos e os lideres repetiram esta margem, então é possível fazer com todos, mesmo que alguém seja de necessidades especiais, consegui fazer o trajeto transportando um aluno nos braços, refez o percurso e uma dupla de alunos também”, ressaltou o coordenador da Defesa Civil talismaense. As pessoas evacuadas da escola foram escoltadas até o ponto indicado, conforme já citamos, todos chegaram em segurança ao local em 01 minuto.

A atividade também foi importante para ver a resposta de diferentes órgãos municipais de emergência à situação. “Simulações como esta servem para vermos se todos os atores envolvidos no atendimento de urgências – como a Defesa Civil, Policia Militar, Coordenadoria Municipal de Meio Ambiente – estão prontos para assumir suas incumbências. Nossa visão é realizar este treinamento com cada unidade escolar do município, na seqüência vamos fazer com cada setor da cidade e depois um simulando na cidade inteira, para finalizar vamos fazer com o Distrito de Vila União. Após estas ações iremos criar um dia especifico a cada bimestre ou segundo a necessidade, porque comunidade treinada é comunidade segura ”, concluiu João Carlos.

Ao ouvir o som da sirene, os alunos e funcionarios vão para o ponto de encontro.

Alunos chegam ao ponto de encontro

João Carlos explica como funciona os pontos de encontros.

Alunos e funcionarios recebem orientações sobre situações de emergência.

Alunos e funcionarios são instruidos a lidar com feridos e soterrados

Equipe escolar retornam para o local da palestra

Tenente Martins apresenta sua equipe e explica sua participação no trabalho de prevenção e apoio a Defesa Civil de Talismã.

Tenente Martins comanda a viatura no periodo da manhã.

Roberto Guedes Pereira foi homenageado durante a palestra.

João Carlos e Mara, apresentam o Jornal Talismã Agora, com uma homenagem a Guedes, João Carlos falou da dor da perda do colega.

Cátia, Generosa e Cirlei finaliza o evento do periodo da manhã.

Brigadista Michael Vinicius Aparecido Garcia de Souza realiza as imagens do evento.

Brigadista José Marciano de oliveira Dias, distribui o jornal Talismã Agora ao alunos e participantes do evento.

Sede da Brigada Anjos da Selva/Redação do Jornal Talismã Agora/Defesa Civil de Talismã.

João Carlos explica aos lideres de salas a forma correta de evacuação e mostra como funciona o ponto de encontro. (periodo noturno)

Brigadista e Coordenador de Defesa Civil de Talismã, João Carlos e sargento Aparício explicam a importância dos rádios comunicadores em caso de catástrofes e deram exemplo da enchente em Alagoas.

Soldado Aurélio fala do trabalho de João Carlos junto a comunidade e cita exemplos de tremores de terra, Mara Rosa, Trombas e Estrela do Norte.

 

João Carlos segue a frente dos alunos até ao ponto de encontro, para reconhecimento do local.

Alunos e funcionarios recebem as últimas instruções sobre o ponto de encontro e em seguida retornam para as salas de aulas e para os departamentos da unidade escolar, até ouvir a sirene da viatura policial.

A Sirene toca e os alunos noturnos chegam ao ponto de encontro com um minuto e treze segundos, consiredarando uma média boa. Valendo ressaltar que o turno da manhã alcançaram a media de 45 segundos, ou seja, a media básica em caso de emergência. O motivo pelo qual a equipe noturna não atingiu a mádia foi notada pelo sargento Aparício e o mesmo disse que a segunda sala saiu na frente da primeira e atrapalhou assim a passagem dos alunos.

Participação especial: Sargento Aparício e Soldado Aurélio

Imagens de Generosa e apoio Técnico de Cirlei

Diretora Silvani Vicente de Oliveira Gomes

Reportagem: Assessoria de Comunicação Raiz da Terra

Postado por Informativo Talismã Agora às 10h40min. 26 de março de 2011

_____________________________________________________

Contato

  • Site: www.talisma-to.com.br
  • Mural de Recados
  • email:gruporaizdaterra@hotmail.com
  • telefone: (63) - 3385 - 1246 e (63) 8473 - 1148
  • página oficial:


 

 

 

 

 

GRUPO RAIZ DA TERRA - TALISMÃ - TOCANTINS - BRASIL.